O novo campus da Universidade de Macau: um ambiente ideal para a formação de excelentes quadros

Realizou-se o lançamento da primeira pedra do novo campus da Universidade de Macau (UM) no dia 20 de Dezembro de 2009 e a construção está prevista para ser concluída em três anos. Concluída a construção, o novo campus será administrado de acordo com a legislação da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM). Este evento será extremamente importante e irá exercer uma profunda influência sobre o ensino superior em Macau. Com uma área mais ampla e um ambiente agradável, a Universidade poderá oferecer novos cursos académicos, ter novas instalações e equipamentos, e conhecer uma nova cultura de campus e um novo modelo de gestão. Terá consequentemente melhores condições para realizar uma educação de elite a nível de licenciatura, melhorar a qualificação do pessoal docente e prosseguir a excelência na investigação. Irá igualmente dedicar-se à construção de um campus eficiente e amigo do ambiente, e à formação de quadros qualificados para Macau, a região do Rio das Pérolas, para o País e todo o mundo, contribuindo assim para a sociedade e criando um futuro mais brilhante.
 
Localizado no Leste da Ilha de Hengqin na Província de Guangdong, o novo campus é ligado a Macau por um canal de água e fica ao pé da Montanha de Hengqin. Com um terreno de 1.0926 quilómetros quadrados e uma área de construção de aproximadamente 820,000 metros quadrados, será vinte vezes maior do que o actual campus e poderá acolher aproximadamente 10,000 alunos. Um túnel sub-fluvial será construído entre Macau e o novo campus. Sem controlo fronteiriço, a entrada e saída entre Macau e o novo campus será muito conveniente e poderá ser realizada durante 24 horas por dia.
 
Desfruindo de melhores condições, a UM poderá introduzir o sistema de “colégio residencial” praticado por várias universidades de ponta no mundo. A criação de aproximadamente dez colégios residenciais, o maior número destes estabelecimentos num campus na Ásia, será um dos notáveis destaques do novo campus. Implementado este sistema, cada aluno dos cursos de licenciatura pertencerá a uma faculdade, responsável pelos programas académicos, e simultaneamente a um colégio, encarregado da organização de outras actividades. Nos colégios, os alunos de diferentes cursos e classes poderão estudar, viver juntos e participar em vários tipos de competições e actividades recreativas. Através destas actividades, terão mais oportunidades de comunicação e interacção, de trabalho em equipas, e experiências de serviço e liderança. Além disso, graças ao estímulo e cooperação entre os colegas, poderão reforçar a autodisciplina, melhorar a capacidade para acções independentes e promover o desenvolvimento pessoal. Os contactos estabelecidos nos colégios residenciais serão igualmente recursos úteis depois da graduação. 
 
Serão criadas três bases abertas para o desenvolvimento da investigação científica no novo campus, principalmente nas áreas de ciências médicas e farmacêuticas, electrónica e tecnologias de informação, energia e preservação ambiental. Será desenvolvido um esforço especial para fomentar o desenvolvimento de novas áreas interdisciplinares de investigação, promover a transferência tecnológica dos resultados e a incubação de novas indústrias inovadoras. Os novos espaços e instalações irão reforçar a realização conjunta de projectos de investigação entre a UM e outras universidades em Macau, na região do Rio das Pérolas e em todo o país, proporcionando assim oportunidades para aprofundamento da cooperação entre Guangdong e Macau e para a diversificação apropriada da economia de Macau.
 
Dirigido pelo Senhor He Jingtang, arquitecto de renome internacional, o projecto geral do novo campus irá salientar cincos princípios e os seguintes conceitos: “orientação para as pessoas”, “desenvolvimento sustentável”, “moderno e informatizado”, “espaços paisagísticos no campus” e “combinação das culturas chinesa e ocidental”, tendo como objectivo construir um campus verde, confortável e eficiente. Será criado um ambiente tranquilo e aberto, composto por espaços paisagísticos de múltiplos níveis e caracterizado pela coexistência harmoniosa entre o homem e a natureza. Este ambiente será benéfico para a educação e irá exercer uma influência positiva nos alunos e professores.
 
O Reitor da Universidade de Macau Wei Zhao afirmou que será impossível realizar o projecto do novo campus, sem os fortes apoios do Governo Central, dos Governos de Zhuhai e da RAEM assim como o de toda a comunidade local. Comparado com o actual campus, o novo campus irá conhecer consideráveis melhorias tanto no “hardware” como no “software”. Poderá facilitar a interacção e comunicação entre os alunos e fornecer um melhor ambiente para a formação de excelentes quadros. Simultaneamente, oferecerá melhores infra-estruturas para que a Universidade de Macau possa prosseguir excelência na inovação da investigação científica. Todas estas características irão exercer uma profunda influência no desenvolvimento do ensino superior em Macau e nas regiões vizinhas.

Publicado em 2009-12-20 11:56

Top